sábado, 11 de Fevereiro de 2012

Real vence em Elvas pela primeira vez

5/2/2012-Campo Patalino, Elvas
3ªDivisão - Série E - 17ªJornada
CAD "O Elvas"-Real SC 0-3
Arb:João Constantino (AF Beja)
ELVAS-Cristo; Álvaro, Filie Branco (cap.), Bruno Vidigal e Cordeiro; Paredes, Danilo e Glaedson; Eduardo, Rui Martins e Djaniny
Tr.Jorge Almeida
REAL-André Martins; David Rosa, Jibril, Bruno Lourenço e Miguel Gonçalves; Dino (cap.), Kikas e Amar; Ventura, Michael e Alcides
Tr.João Silva

Desde o início da partida se percebeu que a equipa mais forte era a equipa visitante. Ainda assim, a primeira parte foi mal jogada. Ventura esteve perto do golo aos 19' após passe de Amar. Dois minutos depois, a equipa da casa tem um remate que sai por cima da baliza à guarda de André Martins. Aos 23', Ventura volta a ter uma chance de golo. Nove minutos depois, Alcides remata ao lado mas já estava limitado fisicamente, sendo substituído logo depois por Caramelo que viria a ser decisivo. Aos 38', Djaniny remata ao lado num dos (poucos) lances perigosos criados pela equipa alentejana. Ainda antes do intervalo, Caramelo tem duas chances de golo mas desperdiça ambas. Na primeira, a bola ainda bate na barra.

Na segunda, a bola sai por cima. A segunda metade é de domínio ainda mais vincado do Real. Aos 57', surge o primeiro golo. Michael desmarca Ventura que sai de posição limite para oferecer o golo a Caramelo à saída de Cristo. Seis minutos depois, surgiria o 0-2. Livre de Miguel Gonçalves, a bola embate na barra, Dino cabeceia para as redes e Caramelo ainda toca na bola antes desta entrar. Na altura, pareceu estar em fora-de-jogo, mas as imagens dão razão ao árbitro assistente. Após o 0-2, o domínio do Real acentuou-se com a maior valia técnica a ficar dos seus jogadores a ser ainda mais evidente. Entretanto, Jorge Almeida fazia entrar Filipe Santos, um dos juniores a que a equipa de "O Elvas" teve de recorrer nesta partida. Aos 84', a equipa da casa está perto do golo, mas acabaria por ser o Real a fazer o terceiro, num canto de Hugo Dias que Dino desvia para as redes. Já em período de compensação, Ventura volta a ter uma chance de golo que voltou a desperdiçar.

Num jogo sem grande história, registo para a primeira vitória do Real em Elvas em seis deslocações. O árbitro de Beja esteve bem tecnicamente mas foi demasiado poupado nos cartões, considerando algumas entradas mais duras de alguns jogadores da casa. Os árbitros auxiliares foram muito criticados pelos adeptos da casa mas sem razão. Na segunda metade, o assistente do lado da bancada travou incorrectamente diversas jogadas de ataque do Real. Na equipa da casa, destaco as exibições de Djaniny (avançado mexido a rever) e do central e capitão Filipe Branco. Entre os "putos", Filipe Santos pareceu-me o mais promissor, tendo dado alguma profundidade ao flanco direito. No Real, assinale-se o regresso à competição do lateral
David Rosa, após lesão prolongada. Amar e Miguel Gonçalves terão sido os mais regulares durante toda a partida. Por outro lado, Caramelo foi determinante pelos dois golos marcados. O Real continua em busca de um lugar nos seis primeiros, enquanto que "O Elvas" passa por muitas dificuldades neste regresso aos Nacionais.

Sem comentários: