sábado, 21 de Abril de 2012

Uma parte de avanço

15/4/2012
REAL SC-CASA PIA AC 1-1
Arb:Paulo Pinheiro (AF Coimbra)
Real-André Martins; David Rosa, Bruno Lourenço (Caramelo 45'), Araújo e Jibril; Dino (cap.), Kikas e Ladeiras (Amar 80'); Miguel Gonçalves, Ventura (Luís Carlos 73') e Alcides
Tr. João Silva
Casa Pia-Crespo; Zinho, Canha (cap.), Leandro e Vidal; Gonçalo, Miguel Lourenço, Ricardo Dâmaso (Faísca 68'); Eurico, Tiago Mendes (Moisés 74') e Pedro Augusto (Pauleta 88')
Tr. José Viriato

O Real deu uma parte de avanço ao Casa Pia no jogo de domingo. Este é o resumo do que se passou. No primeiro minuto, primeiro canto a favor do Casa Pia. A bola bate no braço de Miguel Gonçalves. Ainda se reclama penalty que não parece existir. Pouco depois, Gonçalo faz-se ao penalty mas o árbitro não mostra amarelo. Na resposta, boa combinação entre Ventura e Ladeiras, com o primeiro a rematar ainda de muito longe e à figura de Crespo (8'). Aos 12', canto marcado pelo canhoto Tiago Mendes (promete), David Rosa na marcação a Eurico acaba por desviar a bola para as redes. O Casa Pia estava na frente. Quatro minutos depois, livre de Tiago Mendes para defesa de André Martins para canto. Até ao intervalo, destaque para um lance em que Canha parece derrubar Alcides na área. O árbitro de Coimbra nada assinalou. Para a segunda metade, João Silva troca o lesionado Bruno Lourenço para a entrada de Caramelo, reposicionando Jibril no seu lugar de central. O Real acordava para o jogo. Logo a abrir, Ladeiras remata à figura de Crespo. Aos 48', numa falha de marcação num canto, Leandro cabeceia ao lado. Cinco minutos depois, Caramelo cruza e Ventura primeiro, Alcides depois, conseguem não marcar. Depois é Miguel Gonçalves a descobrir Ventura solto na área mas este não bate a mancha de Crespo. Aos 59', Ladeiras remata cruzado por cima. O Real estava mais perto do empate que surge aos 64' num grande remate de fora da área de Miguel Gonçalves. Pouco depois, defesa apertada de Crespo a remate de Ventura. O jogo entrara numa fase mais repartida quando um dos melhores lances do Casa Pia culmina com um corte de Araújo perante Moisés que o árbitro transformou numa grande penalidade. Pedro Augusto bate para a direita de André Martins que defende (77'). Pouco depois, o mesmo Pedro Augusto isola-se mas o remate sai ligeiramente ao lado. Aos 86', Faísca remata em arco e a bola ainda bate na parte superior da barra. Nada mais a assinalar até ao apito final, apesar do jogo ter continuado a ser bem disputado, com as duas equipas a dar a entender não estarem satisfeitas com o empate. ------------- O resultado ajusta-se ao que se passou em campo, destacando-se pela positiva o pulmão evidenciado por Eurico e o já citado esquerdino Tiago Mendes. O Real fez talvez a pior primeira parte da época mas acabou por fazer uma segunda parte razoável, com Miguel Gonçalves a marcar mais um golo que valeu pontos. O árbitro de Coimbra não teve um critério disciplinar coerente, para lá do erro na marcação da grande penalidade a favor do Casa Pia.

Sem comentários: